terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Nova tentativa de "Micareta aquática" é impedida em Salvador

Foto: Reprodução - Instagram
A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) estava no Porto da Barra para fazer a apreensão do equipamento sonoro de Mário César, conhecido como DJ Maroca. O artista tentou realizar nesta segunda-feira (7) uma nova edição da sua “micareta aquática” nas águas da praia. O DJ ficou bastante conhecido após a realização de uma edição do evento marítimo ganhar repercussão na última semana (veja aqui).

“Prefiro ser criticado por impedir a realização de um evento irregular, inconsequente, que coloca em risco a vida das pessoas, do que ser culpabilizado depois por uma ocorrência mais grave que possa vir a acontecer em decorrência disso, como crianças virem a ser pisoteadas, brigas com garrafas de vidro, afogamentos, entre outras coisas, como podemos perceber nos vídeos desse arrastão”, declarou o secretário de Ordem Pública, Marcus Passos, sobre a situação.

Na micareta, o DJ Maroca coloca uma caixa de som em um caiaque adaptado e percorre, dentro da água, as extremidades do Porto da Barra. Na última sexta, o idealizador tentou realizar a micareta, mas recebeu um balde de água fria da Semop, que voltou a impedir a atividade nesta tarde.

Em nota, a Semop declarou que já havia apreendido os equipamentos de Maroca após denúncias de poluição sonora nas ruas da Barra. No último sábado (5), a equipe de combate à poluição foi acionada pela 11ª CIPM para intervir na referida atividade devido às diversas irregularidades do evento.

“Mesmo sendo orientado a não mais realizar a atividade sem autorização, o responsável descumpriu a orientação e rescindiu com o evento na tarde de hoje. Conforme procedimento para todos os eventos em áreas públicas de Salvador, ficou acertado com o mesmo para dar entrada na solicitação da autorização hoje (7), na Central de Licenciamento de Eventos da Prefeitura, mas o responsável não compareceu”, declarou a pasta da gestão do prefeito ACM Neto.


Fonte: Bahia Notícias
Título editado: Portal Cruzalmense

Nenhum comentário:

Postar um comentário