Reconcitec 2020 tem início com atividades no formato virtual transmitidas pela TV UFRB

Foto: Divulgação 


A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) deu início nesta terça-feira (3) às atividades da VI Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia – Reconcitec 2020. No formato virtual, toda a programação está sendo transmitida ao vivo pela TV UFRB, com tradução em LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais. A cerimônia de abertura aconteceu às 10h com a participação do reitor Fábio Josué, do vice-reitor José Mascarenhas e do pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI), Maurício Ferreira.

O reitor Fábio Josué abriu os trabalhos, saudando todos os participantes do evento. Em sua fala, destacou como a Reconcitec tem se firmado cada vez mais como “um espaço de sistematização e socialização do conhecimento produzido no âmbito do Recôncavo da Bahia, em especial da UFRB”. Sobre o tema desta edição – “Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: conectando Universidade e Sociedade” -, ele afirmou que “as universidades possuem uma posição estratégica na concretização desses objetivos, pela sua capacidade de investigação, de reflexão sobre a realidade e de produção do conhecimento”.

De forma complementar, o reitor ressaltou o grande potencial das universidades em articular gestores públicos e sociedade no enfrentamento dos desafios postos ao desenvolvimento sustentável. “Especialmente no caso da UFRB é preciso reconhecer o papel desta universidade para sua região. Ao fazermos um balanço de seus 15 anos de existência, podemos seguramente afirmar as contribuições desta instituição em seus territórios de abrangência, nas dimensões de inclusão social, dinamização da economia local e formação nas diversas áreas do conhecimento”, disse, apontando que é preciso ir além: “tornar essa relação com os territórios ainda mais orgânica, pulsante e que se revele em cada ação de nossa instituição”.

Passando a palavra para o vice-reitor José Mascarenhas, também este destacou a importância da Reconcitec para a UFRB e toda a sua comunidade acadêmica. “A Reconcitec chega a sua sexta edição e já alcança três reitorados da Universidade. Ao abordar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável nesta edição, o evento mostra o quanto está conectado com os desafios que são apresentados para o mundo e para as instituições. E, este momento, a UFRB não se furta dessas aproximações e da busca de soluções para esses desafios”, disse.

O pró-reitor Maurício Ferreira, da PPGCI, falou da experiência de coordenar pela primeira vez uma edição da Reconcitec no formato virtual, o que irá agregar à história de seis anos do evento. Para ele, ao congregar diversas atividades paralelas, a Reconcitec se torna “um importante espaço de diálogo sobre as políticas de pesquisa, pós-graduação, permanência qualificada e extensão da UFRB, e também de apresentação das ações realizadas pelos programas e projetos inseridos em diversos territórios de identidade do Estado da Bahia”.

Conferência de abertura – Com o tema “Desigualdades sociais, Universidade e Desenvolvimento Sustentável”, a primeira conferência da Reconcitec 2020 foi proferida pela Profª. Drª. Edna Maria de Araújo, docente do Mestrado Profissional em Saúde da População Negra e Indígena da UFRB, líder de grupo de pesquisa e coordenadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre Desigualdades Sociais em Saúde (NUDES) da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e coordenadora do Grupo Temático Racismo e Saúde da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO).

A professora Edna Maria fez um apanhado dos avanços e retrocessos na agenda para o desenvolvimento sustentável proposta pela ONU, em que reúne como um plano global 17 objetivos para acabar com a pobreza, proteger o planeta e garantir que todas as pessoas desfrutem de paz e prosperidade até 2030. Para ela, os desafios ainda são grandes para universidades e sociedade, sendo que o racismo estrutural nas instituições brasileiras e a segregação social limitam ainda mais oportunidades para a população negra.

A programação da Reconcitec segue até o dia 06 de novembro, com mesas redondas, conferências, apresentações de trabalho no formato de vídeo-pôsteres e performances artísticas.

Fonte: UFRB

Postar um comentário

0 Comentários