About Me

http://www.bahia.ba.gov.br/

PRF na Bahia encerra Operação Proclamação da República e registra aumento das ultrapassagens indevidas

Foto: divulgação / PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou  na segunda-feira (15) a Operação Proclamação da República nas rodovias federais baianas e, com a intensificação dos esforços, 11.270 pessoas foram fiscalizadas, um aumento de 35% em relação a janela comparativa do ano de 2019. No caso dos veículos, 11.220 foram verificados pelos policiais, registrando um crescimento de 55%.

Durante os 04 dias da Operação, iniciada na última sexta-feira (12), foram registrados 48 acidentes, sendo 15 considerados graves, e 14 com óbitos. A PRF ressalta que o ano de 2019 foi usado como comparativo tendo em vista que em 2020 a Operação teve um menor período de duração, uma vez que foi assolada a pandemia causada pelo covid- 19 e que a data em questão foi celebrada em um domingo, não incidindo assim feriado prolongado.

Salienta-se que dentre as infrações mais cometidas no feriado prolongado estão as de ultrapassagem indevida, neste ano 1.039 registros foram feitos, contra 738 em 2019, um aumento de 41%. Além disso, foram realizados 2.603 testes de alcoolemia, sendo 31 autuados por recusa e 06 por constatação de embriaguez ao volante.

Destaca-se também que a PRF vem preocupando-se cada vez mais com o número de infrações inerentes à falta do uso do cinto de segurança, já que tal imprudência pode reduzir significantemente as chances de sobrevivência em um acidente. Nesse feriado, 271 motoristas e passageiros foram flagrados sem o uso do dispositivo.

Educação para o trânsito

Aliando fiscalização à educação para o trânsito, a PRF realizou palestras educativas durante abordagens a veículos e ônibus que utilizaram às rodovias federais para deslocamento durante o feriado. Os motoristas tiveram a oportunidade de assistir palestras e vídeos educativos para que refletissem sobre a importância da sua colaboração para um trânsito seguro para todos.

Fonte: PRF 

Postar um comentário

0 Comentários