Pessoas curadas da Covid que se vacinam têm 90% de proteção, diz estudo

Foto: Reprodução / Rafaela Felicciano / Metrópoles

A Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido publicou um estudo que mostra evidências de que as pessoas que se recuperam da Covid-19 e são vacinadas com duas doses dos imunizantes adquirem uma proteção robusta e duradoura contra o novo coronavírus.

Conforme divulgou o Portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, pesquisadores do governo britânico, liderados pela consultora médica e chefe da agência, Susan Hopkins, analisaram os dados de 35 mil profissionais de saúde.

Os pesquisadores identificaram que os não vacinados que foram diagnosticados com a doença desenvolveram 85% de proteção contra uma nova infecção no intervalo de três a nove meses após se recuperarem. Mas a taxa caiu para 73% no prazo de 15 meses depois da infecção.

Já as pessoas que tomaram as duas doses das vacinas no intervalo de três a nove meses depois de se curarem da Covid-19 tinham 91% de proteção por mais de um ano. Depois de 15 meses a proteção caiu para 90%.

Fonte: Bahia Notícias

Postar um comentário

0 Comentários