Subscribe Us


Vaca invade cemitério, quebra túmulo e deixa caixão na lama, diz prefeitura de Teresina

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas da Zona Sul (SAAD Sul), afirmou em entrevista à TV Clube, nesta quarta-feira (2), que uma vaca entrou no Cemitério Santa Cruz, no bairro Promorar, e quebrou um túmulo, deixando o caixão exposto e boiando na lama. A imagem viralizou nas redes sociais.

De acordo com o gerente de serviços urbanos da SAAD Sul, Islanilton Gomes, o problema foi resolvido na terça-feira (1º).

"A lapide foi quebrada por uma vaca que entrou no cemitério. Informamos à família, que ficou de resolver o problema ainda na semana passada. Na sexta-feira (25) ainda não tinha sido resolvido, então fizemos o serviço na terça-feira (1º)", explicou Islanilton.

O animal que quebrou o túmulo, segundo o gerente Islanilton, entrou no cemitério após parte do muro cair com as fortes chuvas dos últimos dias em Teresina. A SAAD Sul informou que ainda não há previsão para o conserto do muro.

Outro problema visível no cemitério é a grande quantidade de matos por toda a área do local. Vários túmulos e lapides de gavetas estão recobertos pela vegetação.

"Esse problema dos matos já se estende por muitos anos. A limpeza em relação a capina no cemitério era feita a cada três meses. Neste ano, nós mudamos essa programação, para que a limpeza seja feita no mínimo quatro vezes no ano", afirmou o gestor.

Segundo a SAAD Sul, os trabalhos de capina e varrição estão concentrados no Cemitério Dom Bosco, no bairro Vermelha, Zona Sul da capital, fazendo a limpeza completa do local. Só a partir desta quinta-feira (3), as equipes iniciarão a limpeza do Cemitério Santa Cruz.

A última limpeza realizada neste cemitério foi em novembro de 2021. A SAAD Sul ainda informou que não há data para a reconstrução do muro, mas que acontecerá ainda este ano.

Fonte: G1 

Postar um comentário

0 Comentários