Bahia tem três pessoas diagnosticadas com meningite por dia

Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil
Entre 2008 e 2018, cerca de 11,5 mil pessoas foram diagnosticadas com meningite na Bahia, de acordo com levantamento do jornal Correio baseado em dados do Ministério da Saúde. Em média, foram três diagnósticos por dia na última década. Do total de afetados, 1.064 morreram, o que representa uma morte a cada cem vítimas.

A Bahia é o sétimo estado no país com mais registros da doença. O estado de São Paulo lidera o ranking, com pouco mais de 83,7 mil casos.

Embora as ocorrências de meningite tenham reduzido em 22% de 2017 para 2018, o número de mortes pela doença no mesmo período cresceu 12,5%, com sete casos a mais.

A meningite é um processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal, que pode ser causado por agentes infecciosos como vírus e bactérias. As principais medidas de prevenção são vacinas e quimioprofilaxia. No dia 1º de março, Arthur Lula da Silva, neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, morreu vitimado pela doença.

Por: Juliana Rodrigues - Metro 1 

Postar um comentário

0 Comentários