Conselho Universitário da UFRB lamenta falecimento de Paulo Henrique Amorim



O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento do jornalista e escritor Paulo Henrique Amorim, aos 76 anos, nesta quarta-feira.


Paulo Henrique Amorim teve papel de destaque na defesa da UFRB e da interiorização do Ensino Superior. O jornalista foi conferencista do Ciclo de debates acadêmicos sobre democracia, realizado em 2016. Na ocasião, relatou seu sentimento em estar na UFRB, atendeu a imprensa local no espaço da Editora da UFRB e após o término do evento participou de uma intensa agenda de autógrafos de livros. “É uma grande honra estar aqui na Universidade Federal do Recôncavo. Quero dar os parabéns ao reitor e a instituição por superar a marca de mais de 10 mil alunos em seus 10 anos recém completados", contou.

Em 2010, o blog de Paulo Henrique Amorim foi um dos mais enfáticos em defender a instituição de uma reportagem da revista Veja que questionava a importância da UFRB.

Ao registrarmos nossas condolências, compartilhamos este sentimento de pesar com a família, os amigos e incontáveis leitores.

Trajetória - Paulo Henrique Amorim teve mais de 50 anos de carreira profissional tendo atuado em diversos órgãos de imprensa e TV do país. Apresentador da Rede Record, o jornalista foi correspondente da Revista Veja e da Rede Globo, nos Estados Unidos. Ganhador do Prêmio Esso; no impresso trabalhou com editor-chefe do Jornal do Brasil e da Revista Exame. Pioneiro da Internet brasileira desde 1999, o jornalista passou pelo ZAZ, Terra, Uol e IG. Desde 2008, era responsável pelo portal político Conversa Afiada.

Confira o vídeo com a palestra de Paulo Henrique Amorim na UFRB.

Renato Luz - UFRB

Postar um comentário

0 Comentários