Record escolhe "A Escrava Isaura" para substituir "Bela, A Feia" em suas tardes

Foto: Reprodução

A reprise de "Bela, A Feia" caminha para sua reta final e a Record já definiu qual será sua próxima novela das tardes. Nesta segunda-feira (16), a emissora anunciou que a produção escolhida é "A Escrava Isaura".

Produzida em 2004, o remake teve autoria de Tiago Santiago e foi a primeira trama na retomada do departamento de teledramaturgia do canal. Considerada um sucesso, já foi reprisada três vezes, em 2005, 2007 e 2017, substituindo "Escrava Mãe" em pleno horário nobre.

Nessa sua última exibição, teve audiência dentro da meta estipulada pela Record, de 10,4 pontos de média.

Depois do clássico estrelado por Lucélia Santos em 1976, dessa vez Isaura foi interpretada por Bianca Rinaldi. Além dela, a novela contou com nomes como Leopoldo Pacheco, Théo Becker, Renata Dominguez, Patrícia França, Jackson Antunes, Maria Ribeiro, Gabriel Gracindo, Caio Junqueira, Paulo Figueiredo, Jonas Mello, Fernanda Nobre, Odilon Wagner e Chica Lopes, entre outros.

A trama baseada no romance escrito por Bernardo Guimarães em 1875 teve direção de Herval Rossano, à época também diretor de teledramaturgia da Record, assumindo o setor após o fracasso de "Metamorphoses". Ele faleceu em 2007.

Segundo a emissora, a quarta reprise de "A Escrava Isaura" estreia outubro e terá a dura missão de substituir "Bela, A Feia", comédia que tem a vice-liderança consolidada, com picos de primeiro lugar e médias de até 10 pontos.

Na Telinha UOL

Postar um comentário

0 Comentários