Campanha nas redes sociais pede que vereadores aprovem doação de terreno para Clínica de Hemodiálise


Uma campanha se espalhou nas redes sociais, desde a tarde de ontem (21), com o objetivo de pressionar os vereadores de Cruz das Almas para que aprovem o Projeto de Lei, de autoria do Executivo Municipal, que autoriza a doação de terreno para implantação de Clínica de Hemodiálise no município.

Apesar da campanha convocar a população para comparecer a Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores na próxima segunda-feira (25), o Projeto de Lei não entrou na pauta, o que quer dizer, que não haverá nenhum tipo de discussão ou votação do mesmo para este dia.

No dia 19 de setembro aconteceu na Prefeitura Municipal, uma reunião com a participação do prefeito Orlandinho, da secretária de saúde Aline Pires, do procurador do município Dr. Vagner Santana, com o IBDAH – Instituto Brasileiro da Administração Hospitalar para discutir a implantação da Clínica de Hemodiálise no município.

Segundo Aline Pires, a clínica de hemodiálise vai atender cerca de 200 pacientes da cidade de Cruz das Almas e também da região, proporcionando mais qualidade de vida para pacientes e seus familiares.

Em entrevista ao Programa Bom Dia Cidade, na Rádio Excelsior Recôncavo, o vereador Elias de Gogó disse que é importante a clínica de hemodiálise na cidade de Cruz das Almas, porém o projeto coincidiu com a doação do mesmo terreno para Cooperativa dos Condutores Autônomos de Transporte Alternativo do Recôncavo Meridional (Cootam).

"A oposição não é contra a instalação da Clínica de Hemodiálise. O projeto começou errado. Eles têm que decidir, ou eles cancelam a doação para Cootam ou transfere para clínica de hemodiálise", disse.

Postar um comentário

0 Comentários