Greve dos vigilantes continua após audiência não resultar em acordo

(Arisson Marinho/CORREIO)

Ocorreu nesta sexta-feira, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-5), a audiência de conciliação entre o Sindicato dos Vigilantes e o Sindicato das Empresas de Segurança Privada da Bahia (Sindesp). Após inúmeras discussões sobre um possível reajuste salarial, um acordo não foi fechado entre as partes, dando continuidade a greve que perdura desde quarta-feira (10).

Haverá uma nova tentativa de acordo nesta segunda-feira (16), no Centro de Conciliação de 2º Grau. Caso também não haja uma solução para o fim da greve — que está afetando inúmeros serviços como bancos, financeiras, museus e postos do INSS — haverá um julgamento do dissídio coletivo no dia 23 de março, no TRT-5.

Fonte: Varela Notícias 

Postar um comentário

0 Comentários