“Precisam ser renomeados para função. É uma questão de formalidade da SSP”; afirma coordenador da 4ª Coorpin sobre exoneração do delegado

Delegado Dr. Adilson Bezerra / Imagem: Voz da Bahia

Após a divulgação no Diário Oficial do Estado da Bahia sobre a exoneração do delegado Adilson Bezerra de Freitas, titular da 4ª Coorpin (Delegacia Territorial de Santo Antônio de Jesus), o coordenador da instituição, Dr. Edílson Magalhães esclareceu a situação, onde afirmou que tudo não passa de um ajuste de carreira, “foi publicado no Diário Oficial a pedido do Dr. Adilson Freitas e Dr. Cristóvão Éder, pois eles completaram 10 anos consecutivos em cargos em comissão. Eles criam uma instabilidade salarial sobre esse símbolo. Para o governador e delegado geral poder estabilizar o cargo deles, precisam ser exonerados e renomeados para a função. É uma questão de formalidade da SSP (Secretaria de Segurança Pública) e Polícia Civil, que nada abala a conduta de procedimentos e profissionalismo dos dois”, declarou.

O coordenador afirmou ainda que os delegados continuaram trabalhando em suas cidades e que nada afetará seus serviços, “é um plano de carreira funcional dos delegados de polícia, que ao completar 10 anos consecutivos exercendo uma função de chefia, ele estabiliza pelo símbolo maior. O mesmo fato aconteceu comigo há dois anos atrás quando eu estabilizei como delegado regional. Fiquem tranquilos que Dr. Adilson continua firme e forte como delegado titular de Santo Antônio de Jesus, juntamente com Dr. Cristóvão”, concluiu em reportagem a Andaiá FM.


Redação: Voz da Bahia

Postar um comentário

0 Comentários