Supermercado de Cruz das Almas limita compra de óleo de soja após alta de preço


Com a alta dos preços dos alimentos, um supermercado da cidade de Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, decidiu limitar a compra do óleo de soja. Os clientes só podem comprar duas unidades do produto. Consumidores relataram que ficaram surpresos ao encontrar na prateleira o cartaz com a indicação da quantidade permitida para a compra. "Além de ficar espantado com o preço do óleo, fiquei surpreso ao ver esse comunicado. Será que este aumento nos produtos tem haver com auxilio emergencial?”, questionou o consumidor.

Segundo a Pesquisa Nacional da Cesta Básica, o preço do litro do óleo de soja aumentou 14,18% no mês de agosto, em comparação com julho deste ano. Nesta rede de supermercado o produto chega a custar R$ 6,99 com o seguinte aviso:


Senhores clientes – Limite máximo de compra do produto óleo de soja 02 por cliente. Pedimos a compreensão de todos, a direção.

Além do óleo, houve aumento no preço do arroz, custando R$ 5,99 no município de Cruz das Almas.

Por que tão caro?

De acordo com economistas ouvidos pelo G1, dois fatores explicam a alta dos alimentos:

Dólar alto: que incentiva os produtores a aumentarem as exportações, reduzindo, assim, a oferta de produtos no mercado interno;

Auxílio emergencial: benefício do governo federal estimulou o aumento do consumo. Foi direcionado, em grande parte, para a população mais pobre do país, que tem uma cesta de compras formada, em sua maioria, por produtos básicos, como alimentos.

Com dólar muito valorizado em relação ao real, a venda ao exterior se torna uma forte concorrente da indústria brasileira pela compra de produtos do campo. Ao mesmo tempo, deixa o custo de produção da agropecuária mais alto, já que boa parte dos insumos é cotada na moeda americana.


Postar um comentário

0 Comentários