About Me

https://youtu.be/kavGIUKo28E/

Golpistas usam Ministério da Saúde para aplicar golpe

Foto: Divulgação

Criminosos tem enviando mensagens para usuários do Whatsapp para aplicar um golpe. Se passando por funcionários do Ministério da Saúde que estariam fazendo um cadastro para vacinação contra a Covid-19, os golpistas fazem a ação. Até a secretaria de saúde de Porto Seguro, Raíssa Soares foi alvo.

Semelhante a outros golpes, os bandidos utilizam a boa-fé da vitima para driblar até mesmo a dupla autenticação do WhatsApp, recurso que tem a função de impedir que o usuário tenha sua conta roubada e seja vítima de golpes financeiros.

Após abordar a vítima, fingindo ser funcionários do ministério, os criminosos buscam convencer o usuário a fornecer o código de seis números que é enviado via SMS para “confirmar a realização da pesquisa”.

Na realidade, os golpistas usam o recurso de pedir a senha da dupla autenticação do usuário, acessando o Whatsapp pelo computador. O código é enviado ao celular da vítima e eles pedem que ela passe os dígitos. Se ela não tiver a autenticação em dois estágios ativados, a conta já pode ser clonada neste momento.

Caso esteja ativada, eles encerram a suposta pesquisa e entram em contato novamente com a vítima, mas, desta vez, se passando pelo suporte do aplicativo de mensagens. Sob a justificativa de que uma atividade maliciosa foi identificada, o usuário é orientado a acessar seu e-mail e realizar o recadastro de dupla autenticação.

“O que mais nos surpreendeu é que tanto a mensagem quanto o link para recuperar a dupla autenticação são legítimos, ou seja, foram enviados pela dona do aplicativo”, afirma o pesquisador sênior de segurança da Kaspersky, Fabio Assolini, ao R7. (BN)

Postar um comentário

0 Comentários