About Me

https://www.youtube.com/watch?v=kavGIUKo28E&feature=youtu.be

Sinos da Igreja do Bonfim tocam juntos pela primeira vez após 30 anos

Foto: Divulgação/GovBa

Após 30 anos, os quatro sinos da Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, uma das mais tradicionais de Salvador, voltaram a tocar nesta quinta-feira (13). Nos últimos anos, só um sino tocava, com exceção de momentos festivos.

No momento da reativação, após uma missa comemorativa no Bonfim, outras igrejas do Centro Histórico de Salvador também tocaram seus sinos em consonância com o Bonfim. A recuperação faz parte de uma ação do Governo do Estado, que já recuperou o conjunto de outras nove igrejas da Bahia.

Segundo o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, o próximo será o Convento de Cairu, que fica na região do Morro de São Paulo.

História

A história da Igreja na Colina Sagrada está ligada à devoção ao Nosso Senhor do Bonfim. No século XVIII, a religião era o grande foco da organização social na Bahia. É nesse contexto que o Teodosio de Faria, depois de sobreviver a uma tempestade em alto mar, traz para a Bahia uma imagem do Senhor do Bonfim no ano de 1745.

Na década de 50 do século XVIII, a imagem do Bonfim é transladada em procissão da Ribeira, da Igreja da Penha, até a Igreja do Bonfim que nessa época ainda não possuía o traçado que passou a adornar o templo no final do século XVIII e primeira metade do século XIX.

Em 1772, a Igreja do Bonfim foi concluída, mas passou por diversos acréscimos em sua fachada e interior no século XIX. “Ao longo de todo esse tempo, os sinos tocavam em cerimônias especiais, missas e festejos”, lembrou o o historiador e coordenador do projeto, Rafael Dantas. No decorrer do século XX, o número de badaladas foi diminuindo e nos últimos anos só um sino tocava, com exceção de momentos festivos.

Fonte: Metro 1 

Postar um comentário

0 Comentários