About Me

https://www.instagram.com/sdrbahia//

Em fase avançada de testes, SSP-BA pretende licitar câmeras corporais até final de 2021


Foto: Alberto Maraux

O projeto de implementação das câmeras em fardas de oficiais da Polícia Militar, Civil e Bombeiros está em fase avançada de testes. De acordo com Jurandilson Nascimento, capitão da PM e diretor de TI na Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), a expectativa é licitar o equipamento até o final de 2021 (relembre aqui).

"A secretaria desde 2018 está testando algumas soluções. Entramos em uma fase mais avançada para finalizar o termo de referência. Temos alguns testes, com soluções de empresas diversas, para a PM, bombeiros, Civil. A perspectiva é que até o final do ano consigamos fazer a licitação. Para iniciar um projeto e que possa se expandir para todo o estado, vamos começar aqui em Salvador", revelou ao Bahia Notícias.

Os testes iniciaram em agosto deste ano (veja aqui) e, segundo o diretor, atualmente, estão sendo testadas algumas funcionalidades do equipamento. "O foco principal é gravar a imagem do profissional no decorrer das atividades, a imagem fica em um sistema - a depender da relevância por até um ano. [O foco] É transmitir em tempo real as imagens. O centro de operações, poderá puxar, estamos fazendo os testes, geolocalização e alguns testes para cada instituição. Queremos antecipar", disse.

A Polícia Militar da Bahia realizou visita ao estado de São Paulo para acompanhar os resultados no estado (veja mais). Apesar do avanço nos testes para a Bahia, a ação tem sido feita em ambiente controlado, sem testes nas "atividades reais".

"Estamos fazendo testes com os Bombeiros e depois com PM e Civil. Por ser uma tecnologia nova para a gente, vamos ter um tempo natural de maturação. Infelizmente a abordagem vai para um lado que não queremos, que é a segurança para o policial e a sociedade. A versão dele não precisa ser contada, está registrada. É o contexto de proteção para todos", explicou o militar.

Fonte: Bahia Notícias 

Postar um comentário

0 Comentários