About Me

https://www.youtube.com/watch?v=kavGIUKo28E&feature=youtu.be

Sem nome na Saúde, governador mantém secretária interina 40 dias após saída de Vilas-Boas

Foto: Reprodução

O governador Rui Costa (PT) mudou de ideia sobre a manutenção da secretária Tereza Paim à frente da pasta mais importante da gestão durante a pandemia. Incialmente tida como "interina", enquanto um novo nome era buscado dentro do perfil pretendido, Tereza Paim tem sido confirmada e elogiada no governo petista. Nesta terça-feira (14), durante entrevista coletiva, Rui Costa disse que, por enquanto, não pensa em mudança.

"A equipe tá montada. E ela [Tereza Paim] foi sempre foi a subsecretária, há um bom tempo. E, portanto, a equipe tá estruturada e a secretaria tá andando. Nós temos que ir analisando com cautela pra tomar uma decisão definitiva. Por enquanto as coisas continuam e os projetos estão em andamento".

Fábio Vilas-Boas, que comandava a pasta desde o primeiro mandato de Rui Costa, em 2015, pediu exoneração no dia 3 de agosto, após se envolver em um lamentável episódio com a chef de cozinha Angeluci Figueredo, xingando-a de "vagabunda".

Na ocasião, o então secretário queria ser atendido no restaurante, em Ilha dos Frades, mas Angeculi fechou o espaço devido um anúncio da Capitania dos Portos sobre mau tempo. O caso ganhou enorme repercussão, com parlamentares baianas e entidades civis, entre eles a OAB-BA e o Conselho Baiano de Turismo emitindo nota contrários à atitude do secretário. Jornais nacionais também citaram o episódio e destacaram a crise que Vilas-Boas trouxe para o governo Rui Costa (PT).

Desde então, o governo petista busca um substituto no "perfil técnico e com viés de esquerda", segundo intercolutores do Palácio de Ondina. O nome do ex-ministro da Saúde no governo Dilma Roussef, Arthur Chioro, foi cogitado, mas ele recusou a sondagem.

Fonte: Metro 1 

Postar um comentário

0 Comentários