Subscribe Us


Cachoeira, São Félix, Maragogipe e Santo Amaro recebem plano para turismo sustentável

Foto: Divulgação

Com o objetivo de desenvolver o turismo no Recôncavo Baiano e desenvolver ações em prol do trade turístico na Rota da Independência, o Sebrae está construindo o Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS) em Cachoeira, São Félix, Maragogipe e Santo Amaro. Nesta quinta-feira (10), a entidade concluiu a entrega do planejamento nos municípios de Cachoeira e São Félix.

O Plano foi construído ao longo de um ano e, em Cachoeira, a expectativa é que o município seja reconhecido, até 2030, como um dos principais destinos turísticos do Patrimônio Histórico do Brasil. Para a prefeita Eliana Gonzaga, que recebeu o documento ao lado do chefe de departamento de Turismo do município, Cadu Morais, o PDTIS é importante, pois norteia o desenvolvimento do setor de forma integrada. “Os turistas, geralmente, fazem visita de um dia porque o município não possui estrutura. Temos um potencial enorme, sobretudo com o turismo rural, e esse plano é fundamental”, pontua.

O PDTIS de São Félix sugere, por exemplo, a construção de um parque linear e uma concha acústica, além de outras intervenções, como a qualificação do artesanato que, assim como no município de Cachoeira, apresenta vocação dos munícipes, mas precisa agregar valor às peças para, consequentemente, ampliar a geração de renda local. Eixos como produto turístico, infraestrutura e serviços, fortalecimento institucional, comercialização turística e sustentabilidade fazem parte do Plano, cada um com ações específicas, de acordo com a realidade identificada na análise preliminar de cada município.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM – SEBRAE

Postar um comentário

0 Comentários