Subscribe Us


UFRB repudia bloqueio de R$ 1 bilhão das Universidades e Institutos Federais


Desrespeito, afronta e ausência de senso político marcam mais um episódio do atual governo contra a educação. O que deveria ser garantia e incentivo, tão somente demonstra desprezo e ignorância frente ao papel relevante das Instituições Federais de Ensino Superior no Brasil. O recente bloqueio de mais de 1 bilhão de reais no orçamento das Universidades e Institutos Federais, anunciado em 27/05/2022, reforça novamente o projeto perverso de sucateamento e precarização da Educação Pública.

Para a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), o atual bloqueio significa mais de 6,6 milhões de reais que afetam diretamente a manutenção e o funcionamento institucional, comprometendo o pagamento de despesas essenciais, tais como: energia elétrica, água, serviços terceirizados, compra de materiais, manutenção predial e de equipamentos, bolsas e auxílios estudantis, bem como investimentos em equipamentos e obras também serão severamente comprometidos.

Os cortes e bloqueios de recursos destinados à Educação e à Ciência têm sido uma das práticas utilizadas pelo atual governo para desmobilizar e ameaçar tanto a comunidade acadêmica (estudantes, professores, técnicos administrativos e funcionários terceirizados) quanto a sociedade de modo geral a quem servimos por meio da pesquisa, do ensino e da extensão. Essas medidas afetam mais de uma centena de universidades e institutos federais, desestabilizando toda uma rede de instituições de ensino constituídas para servir ao bem público.

Destinada a todos, tais instituições públicas demandam orçamento, previsibilidade financeira e autonomia necessária para incluir grande parte da população menos abastada e em situação de vulnerabilidade no ensino superior. A UFRB é uma das universidades mais inclusivas e comprometidas com tal processo de reparação sócio-histórico, justamente por sua localização/interiorização e natureza diversa. Ao contingenciar nosso orçamento, o atual governo apela para um ato de violência que atinge diretamente à dignidade dos que constroem os espaços de produção de conhecimento.

Diante de tal afronta, a UFRB mantém seu compromisso com a sociedade e a comunidade acadêmica, assim como apoia a luta e adere às manifestações de todas as universidades e institutos federais contra o atual projeto de desqualificação, desmonte, privatização e precarização do ensino público superior.

A EDUCAÇÃO É UM DIREITO!

A UNIVERSIDADE É PÚBLICA E RESISTE!

EM DEFESA DA UFRB, RESISTIREMOS!

Cruz das Almas, 30 de maio de 2022.

Reitoria da UFRB

Postar um comentário

0 Comentários