Inema explica origem de ciclone que pode atingir sul da Bahia

Imagem Ilustrativa 

A formação de um ciclone no sul da Bahia foi atribuída ao sistema de baixa pressão de grande intensidade contribuiu com o aumento da temperatura no Oceano Atlântico, segundo o Instituto do meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

Apesar da explicação do órgão estadual, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) afirmou que o fenômeno ainda não está formado.

O Inema está monitorando os movimentos do fenômeno incomum na Bahia, explicou a metereologista do órgão, Maryfrance Diniz.

“Desde ontem estamos monitorando os movimentos desse fenômeno. Esse sistema de baixa pressão é normal nessa época do ano, mas, nesses últimos dias, ele se intensificou e ampliou a pressão, formando o ciclone”, disse Maryfrance.

Fonte: Correio | Redação: Bahia Noticias

Postar um comentário

0 Comentários