Professores de universidades estaduais não descartam nova paralisação

Imagem da UNEB em SAJ | Foto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

A coordenadora geral da Associação de Docentes da Uneb (Aduneb), Ronalda Barreto, e os representantes dos professores das universidades estaduais receberam a notícia da queda da sessão desta terça-feira (6) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) como uma “surpresa extremamente desagradável”.

Na sessão, os deputados estaduais votariam a reestruturação dos cargos nas universidades estaduais, um dos projetos responsáveis pelo fim da greve geral das universidades estaduais da Bahia, mas caiu por falta de quórum.

“Não cumprir com as expectativas que nos fizeram terminar [a greve] obviamente aumenta a indignação e a reação”, disse Ronalda Barreto que não descarta uma nova paralisação caso o projeto não seja votado o quanto antes.

O líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Rosemberg Pinto (PT), se reuniu com os professores presentes na Casa e prometeu procurar a minoria para dispensar formalidades e votar o texto em sessão nesta quarta-feira (7).

Bahia Noticias

Postar um comentário

0 Comentários