About Me

https://www.youtube.com/watch?v=kavGIUKo28E&feature=youtu.be

Liberação para eventos com 500 pessoas não inclui shows e festas, afirma governador

Foto: Foto: Mateus Pereira/ GOVBA


O governador Rui Costa reiterou nesta segunda-feira (23) que a autorização para eventos com até 500 pessoas no estado não inclui shows ou festas e evitou prever quando ocorrerá essa liberação.

Em decreto publicado no último sábado (21) foi liberada a realização de eventos como cerimônias de casamento, formaturas, além do funcionamento de zoológicos, museus, teatros e afins, com capacidade máxima de 500 pessoas.

Em entrevista a um conjunto de emissoras de rádio na cidade de Guanambi, Rui afirmou que a Bahia é hoje o estado brasileiro com o segundo menor índice de taxa de mortalidade de Covid-19. Ainda conforme o governador, esse resultado é fruto de um trabalho sério no combate à pandemia e diante da queda no número de ocupação foi possível flexibilizar algumas retomadas.

“A liberação para eventos até 500 pessoas é para eventos que não tenham caráter festivo nem música ao vivo. Não estão liberados espaços com dança, música”, reiterou Rui.

O governador se mostrou satisfeito com o efeito da vacinação, mas disse contar com uma análise rápida do Supremo Tribunal Federal (STF) da reivindicação feita pela Bahia por mais doses.

“Entramos no STF na semana passada solicitando quase 1 milhão de doses que a Bahia recebeu a menos. Pela regra da distribuição que está na Constituição, isso deve ser proporcional ao tamanho da população. O que verificamos foi que recebemos muito menos. Por isso, hoje temos cidades vacinando ainda na faixa de 28, 30 anos. Espero que a gente tenha em breve uma decisão”, declarou.

O chefe do Executivo baiano destacou que todas as regiões do estado estão com queda nos números relacionados à Covid-19 e ressaltou que a Bahia tem a segunda menor taxa de mortalidade pela doença do país. No entanto, voltou a pedir cautela.

“Passamos momentos muito duros, seja pelo número de mortos ou pelo fechamento do comércio. Nenhum de nós quer retornar àquele momento. Todo cuidado é pouco, mesmo para quem já tomou a segunda dose. É importante usar máscara e evitar aglomerações. A gente não pode facilitar o trabalho do vírus, ou todos nós teremos prejuízo”, completa.

Fonte: Blog do Valente

Postar um comentário

0 Comentários