About Me

https://www.youtube.com/watch?v=kavGIUKo28E&feature=youtu.be

Setor de serviços representa mais de 28% dos novos postos de trabalho em Cruz das Almas

Foto: Divulgação

A cidade de Cruz das Almas já apresenta bons números na geração de empregos após um período de desaceleração e fechamento de postos de trabalho. No primeiro semestre de 2021, os setores de agropecuária e de serviços tiveram destaque e apresentaram os melhores resultados entre as atividades econômicas, com saldo positivo de 173 e 129 novas vagas, respectivamente.

Em seguida, vem a indústria, que teve saldo de 62, o comércio, que gerou 52 novos postos de trabalho, e a construção, com saldo de 43. Ao todo, nos seis primeiros meses do ano, a cidade criou 459 novos empregos com carteira assinada. Os números são do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho.

O resultado do setor de serviços corresponde a mais de 28% do total de empregos formais criados no Município neste ano. Os números contrastam com o cenário de crise do ano passado, quando a pandemia de covid-19 causou o fechamento de vários estabelecimentos. Na época, entre janeiro e junho de 2020, o setor de serviços fechou 87 postos de trabalho.

Maior circulação de dinheiro

De acordo com o doutor em economia e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) Leandro Duarte, o crescimento significativo do setor decorre da flexibilização das medidas restritivas contra a covid-19. “Esse resultado representa um início de uma recuperação importante no mercado de trabalho. A pandemia desequilibrou muitos setores da economia brasileira e um deles foi o setor de serviços, que viveu períodos que assombraram muitos trabalhadores em 2020, tendo diversas vagas de empregos destruídas”, explicou.

O setor de serviços compreende atividades como transporte, alojamento, alimentação, comunicação, atividades financeiras, imobiliárias, administrativas, saúde, cultura, educação, entre outras. O resultado positivo pode indicar uma melhora econômica na região, já que a dinâmica do setor junto com o comércio significa uma maior circulação de dinheiro e investimentos também em outras áreas.

Em atividade desde 2018, a Hamburgueria Artezanalle é um exemplo dessa recuperação. O empreendimento inaugurou no mês de junho um novo espaço para receber os clientes. Antes, o serviço era apenas por meio de delivery. Para começar o atendimento presencial, seis novos funcionários foram contratados, sendo três pessoas na cozinha e três para servir as mesas, além de dois entregadores terceirizados.

O estabelecimento fica localizado na Rua Professor Mata Pereira, no Centro da cidade. Mais de 10 pessoas trabalharam na obra durante dois meses para deixar o espaço pronto e em condições de atender os clientes com segurança. A maior parte do material de construção foi comprada no comércio da cidade.

O responsável pelo negócio é Leonardo Araújo, de 22 anos. Natural de Riachão do Jacuípe, o jovem foi aprovado no curso de Bacharelado em Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e decidiu se mudar para Cruz das Almas há três anos.

“Acredito que o empreendedorismo nasce da necessidade. Nós construímos um estabelecimento preparado para a pandemia, com distanciamento de uma mesa para a outra, torneiras de cotovelo, disponibilidade de álcool gel e controlamos o fluxo de clientes no local”, explica o sócio-proprietário da hamburgueria.

No primeiro semestre de 2021, o faturamento do negócio aumentou cerca de 80% em comparação com o mesmo período de 2020. Segundo Leonardo, com a inauguração do novo espaço, a previsão é que o crescimento ao final do ano seja de aproximadamente 300% em relação ao ano passado.

Fonte: ASCOM

Postar um comentário

0 Comentários