Covid-19: Prefeito de Feira de Santana avalia número de casos e não descarta mudanças sobre realização da Micareta

Foto: Acorda Cidade

Nos últimos sete dias, o município de Feira de Santana registrou 2.112 casos positivos para a Covid-19. De acordo com o Informe Epidemiológico Diário da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), quatro pacientes estão internados.

Em entrevista ao Programa Acorda Cidade na manhã desta segunda-feira (18), o prefeito Colbert Martins, explicou que está acompanhando e avaliando o crescimento dos casos.

Segundo ele, ainda que seja um crescimento em todo o estado, a variante Ômicron, não está provocando sintomas graves na população.

“Neste momento, existe um aumento de casos no Brasil inteiro, aqui em nosso estado, e também em nossa cidade de Feira de Santana. Eu estou acompanhando com muita atenção, Salvador por exemplo, já teve um alcance grande, inclusive terá a reabertura das UTIs do Hospital Espanhol. Este aumento pode ter sido motivado por conta dos festejos juninos, então tudo isso pode mudar os planos e projetos que nós temos para os próximos meses aqui em nossa cidade. Mesmo que tenhamos um aumento do número de casos, isso ainda não está refletindo no número de mortes, porque essa Ômicron tem um perfil diferente, ela atinge mais as vias aéreas superiores, e com isso, as pessoas apresentam tosse, perdem o olfato, mas não é como a outra variante que atingia o pulmão”, explicou.

Diante do crescimento do número de casos, o prefeito informou que ainda não é momento para decidir a suspensão da Micareta de Feira, que neste ano, será realizada entre os dias 15 e 18 de setembro.

“Nós iremos aguardar a evolução dos casos, no próximo dia 30 por exemplo, nós vamos ter aqui em nossa cidade, a Marcha para Jesus, então estamos realizando várias circunstâncias no seu devido tempo. Precisamos avaliar tudo, porém nesse momento, o mais importante é entender que no São João, nós tivemos um grande aumento, mas também teve a aceitação da população. De qualquer forma, nós estamos com tudo pronto e preparado para fazer se for necessário, mas é bom lembrar à toda população que no ano de 2020, eu decidi suspender a realização da Micareta, e da mesma forma como eu anunciei, e suspendi, não há dificuldades com relação à isso da minha parte. Qualquer decisão será o mais importante nesse momento, e que tenhamos a segurança na área da saúde aqui em nosso município”, disse.

Ainda de acordo com o prefeito, no próximo dia 20 de julho, ele estará presente em uma reunião em Brasília, juntamente com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

“Essa será uma reunião com outros prefeitos do Brasil inteiro, para que possamos fazer uma avaliação. Na época passada quando abrimos o Hospital de Campanha, nós tivemos recursos federais, e agora estamos buscando novos recursos para que sejam feitas manutenções em nossa saúde, pois foram cerca de R$ 4 milhões para manter os 50 leitos de UTI do Hospital de Campanha de Feira de Santana”, pontuou.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários