Escola de samba carioca Unidos de Padre Miguel desiste de homenagear Irmandade da Boa Morte: 'nosso projeto seguirá firme'

Foto: Itana Alencar/g1

A escola de samba carioca Unidos de Padre Miguel, anunciou, nesta segunda-feira (18), o cancelamento do enredo "Avemaria Olorum - A Corte da Boa Morte", para o próximo carnaval. A Irmandade da Boa Morte, confraria bissecular da Bahia, que tem sede na cidade de Cachoeira, no recôncavo, já tinha recusado as homenagens.

A Irmandade da Boa Morte é formada por mulheres negras descendentes de escravizados, para manter viva a tradição em memória das antepassadas. Segundo a Boa Morte, a Unidos de Padre Miguel não consultou membros da irmandade antes de fazer o anúncio.

O anúncio do enredo foi divulgado em um clipe, nas redes sociais, no dia 6 de julho.

De acordo com a escola de samba, após o lançamento do enredo, o grupo procurou a prefeita de Cachoeira, Eliana Gonzaga de Jesus, que se mostrou receptiva a homenagem com a possibilidade de ver a cidade representada na Marquês de Sapucaí.

A gestora teria se colocado à disposição para ajudar a levar a ideia do tema para as representantes da Irmandade. A escola de samba também informou que conseguiu contato com Irmã Zelita, uma das matriarcas, com quem acertou a ida de uma comitiva da agremiação para apresentação do projeto.

"Nosso objetivo principal, era através desta explanação, conseguir a 'benção' das irmãs, visto que, por uma falha na comunicação 'pedido' não veio antes do lançamento", disse a escola de samba, em nota.

Ainda segundo a Unidos de Padre Miguel, o enredo não era biográfico ou especificamente sobre a Irmandade, mas um projeto autoral elaborado pelos carnavalescos Edson Pereira e Wagner Gonçalves, inspirado na bibliografia produzida por pesquisadores como Gustavo Falcon, e em "Irmãs do Cajado" de Sebastião Héber Vieira Costa.

"Reiteramos o nosso intuito e a seriedade do nosso trabalho, e, em respeito à Irmandade e por entendermos que não faria sentido seguir com o projeto sem sua 'benção', a diretoria do Unidos de Padre Miguel optou em cancelar o enredo 'Avemaria Olorum - A Corte da Boa Morte", afirmou a escola de samba.

O grupo informou ainda que vai anunciar o novo tema nas próximas semanas. "E tenham certeza de que nosso projeto seguirá firme, ainda mais grandioso, potente, visceral e que nos orgulhará", disse.

Em uma carta aberta, a Irmandade da Boa Morte comunicou que o vídeo divulgado pela escola de samba levou preocupação à instituição, porque causa da "falta de preocupação, responsabilidade e até respeito" com a irmandade, além de divergir as manifestações tradicionais da Boa Morte.

"Não sabemos como nossa história será contada se nada nos foi perguntado, e sem a devida proteção as nossas tradições não há possibilidade de consentirmos. Assim, através da presente carta, registramos o nosso profundo agradecimento à escola de samba Unidos de Padre Miguel pela homenagem, ao tempo em que expressamos as nossas razões e decisão, orientadas pela força espiritual e ancestral que nos mantém, de não aceitação para figurarmos como tema do enredo de escola de samba no carnaval, apesar da grandiosa homenagem, em razão de sermos uma irmandade religiosa".

Depois da recusa da irmandade, a reportagem entrou em contato com a escola de samba, que encaminhou uma nota em que disse ter sido "surpreendida", e que desde o lançamento estava em contato com a Boa Morte.

No entanto, fontes ligadas à instituição informaram que esse contato só foi feito após o anúncio nas redes sociais.

Na mesma nota, a escola de samba informou que havia uma reunião programada para acontecer em Cachoeira, e que a agremiação estava confiantes de que o "mal entendido" fosse resolvido da melhor forma possível".

Fonte: G1/BA

Postar um comentário

0 Comentários