"Barulho misterioso no Itapicuru foi causado pela interrupção da bomba de esgoto", diz gerente da Embasa

Prepostos da Embasa estão realizando serviços na rua Carmelito Barbosa Alves

Em entrevista ao Programa Conexão Excelsior desta quarta-feira (12), o gerente do escritório local da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) de Cruz das Almas, José Luís, esclareceu sobre o barulho misterioso da rua Carmelito Barbosa Alves, no Itapicuru. Segundo ele, o estrondo aconteceu por conta da rede de esgoto.

"Passamos a fazer testes na rede de esgoto e chegamos a conclusão que a causa dessa vibração no solo seria por conta da interrupção da bomba que faz a velocidade reduzir drasticamente, fazendo a rede se movimentar e causar o tombo. Acredita-se que os moradores começaram a ouvir isso por conta das fortes chuva na região, que fez diminuir o atrito entre solo e a tubulação", disse.

José Luís contou ainda que existe uma outra hipótese que pode ter ocasionado o "barulho de trovoada" na localidade. "Também tem a desconfiança de um bolsão de ar na rede, que se movimenta quando a bomba é desligada e ligada", informou.

O gerente disse que o barulho não provoca risco para os moradores da região. "Para causar risco aos imóveis da localidade o solo teria que se mover e isso não está ocorrendo", finalizou.

A equipe da Embasa segue realizando serviços para diminuir os transtornos no bairro Itapicuru.

Postar um comentário

0 Comentários