Subscribe Us


Licitação de câmeras corporais para policiais da Bahia deve sair no início de 2022

Foto: Alberto Maraux / SSP-BA

Em fase avançada de testes, o projeto de implementação de câmeras de monitoramento em fardas de oficiais da Polícia Militar, Civil e Bombeiros deve ter licitação definida no início de 2022. A informação foi confirmada ao Bahia Notícias por Ricardo Mandarino, secretário de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

"Estamos trabalhando com o processo de licitação, e vamos ajustar de acordo com os recursos que nós dispomos e também a quantidade. Eu acredito que no começo do próximo ano", sinaliza Mandarino.

A expectativa da secretaria era licitar o equipamento ainda em 2021, no final deste ano. Em setembro, Jurandilson Nascimento, capitão da PM e diretor de TI na Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) havia manifestado a perspectiva (relembre aqui).

Os testes iniciaram em agosto deste ano (veja aqui) e, segundo o diretor, funcionalidades do equipamento estavam sendo testadas. "O foco principal é gravar a imagem do profissional no decorrer das atividades, a imagem fica em um sistema - a depender da relevância por até um ano. [O foco] É transmitir em tempo real as imagens. O centro de operações poderá puxar, estamos fazendo os testes, geolocalização e alguns testes para cada instituição. Queremos antecipar", disse.

Segundo o titular da SSP, a adoção de câmeras vai proteger os policiais, mostrando as dificuldades enfrentadas. Para Mandarino, as câmeras protegerão também os cidadãos que sofrem com abuso de poder, racismo, homofobia, entre outros delitos praticados por uma parcela mínima de servidores públicos. "Temos sempre que evoluir. Os resultados alcançados por outros estados mostram que esse é um caminho. Queremos tornar a polícia baiana ainda mais cidadã", disse o secretário.

Por Anderson Ramos / Gabriel Lopes - Bahia Notícias 

Postar um comentário

0 Comentários