Aumento alarmante de casos de Covid-19 faz Hospital Aristides Maltez suspender atendimento a novos pacientes

Foto: Reprodução

O Hospital Aristides Maltez suspenderá, nesta segunda-feira (24), o atendimento a novos pacientes devido o aumento de casos de Covid-19 na Bahia. A medida tem como objetivo assegurar a assistência aos casos graves que estão na unidade hospitalar para procedimentos como quimioterapia e radioterapia.

A direção do hospital disse, em nota oficial, que as novas medidas de funcionamento darão mais segurança aos pacientes e funcionários. Segundo o diretor administrativo da unidade de saúde, Washington Couto, até o dia 28 de janeiro estão suspensas consultas agendadas para ambulatório e, no momento, a prioridade são as pessoas com doenças graves e que estão internadas.

"Infelizmente, estamos sendo obrigados a suspender a triagem, ou seja, durante a próxima semana, não receberemos novos pacientes e não realizaremos cirurgias eletivas. Assim, podemos garantir o atendimento aos pacientes mais graves, como aqueles internados, os que realizam quimioterapia e radioterapia, os que precisam passar por cirurgias de emergência e urgência, e os que necessitam de UTI. Os pacientes agendados para ambulatório, terão as consultas suspensas entre os dias 24 e 28 de janeiro. Esperamos conseguir reduzir número de pessoas com Covid-19, inclusive, entre o nosso quadro de colaboradores", afirmou Couto.

As medidas serão válidas entre os dias 24 e 28 de janeiro de 2022 e podem ser revistas a qualquer momento. De acordo com o G1, nos ambulatórios gerais, o atendimento será somente para os pacientes em revisão de pós-operatório, cuidados paliativos, Clínica de Dor, distribuição de bolsas e Ambulatório de PICC.

Também estão suspensas as visitas hospitalares a pacientes internados em enfermarias, apartamentos (permanecendo um acompanhante durante 12 horas e troca), UTI geral e cirúrgica. Estágios e internatos serão paralisados; somente serão mantidas as residências médica e multiprofissional.

Fonte: BNews

Postar um comentário

0 Comentários