Subscribe Us


Professores da rede municipal decretam greve por tempo indeterminado em Feira de Santana

Foto: Mairan Reis/APLB

Os professores da rede municipal de Feira de Santana decretaram, na manhã desta quinta-feira (31), greve por tempo indeterminado, após não terem as reivindicações atendidas pela Secretaria Municipal de Educação.

Em entrevista ao Acorda Cidade, a presidente da APLB de Feira de Santana, Marlede Oliveira, informou que uma reunião foi realizada ontem (30) com a secretária Anaci Bispo Paim, mas não houve soluções.

"A categoria decidiu por unanimidade pela greve por tempo indeterminado, porque ontem nós tivemos uma audiência às 19h com a professora Anaci Bispo Paim, secretária municipal de Educação, mas o documento que foi enviado pelo governo não tem resposta de nada, inclusive o governo fala que vai dar 33% de reajuste somente a um professor, porque professor de nível médio que a gente sabe aqui, é um ou dois. Então não tem esse reajuste, o restante não foi colocado, enfim, nós estamos aqui hoje na Câmara para buscar o apoio dos vereadores, para a gente conversar com o prefeito, para ver se a gente consegue uma nova audiência, uma intermediação nesse sentido do poder legislativo com o poder executivo. São vários problemas na cidade no que diz respeito à educação, falta de merenda, falta de carteira, falta de funcionários, professores e agora a questão salarial. Agora mesmo, os professores receberam os salários cortados, parcelados de novo, quando já tinha dito que o salário seria pago de forma integral desde janeiro e mais uma vez o salário foi parcelado", destacou.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade


Postar um comentário

0 Comentários